FANDOM


Visualização é uma habilidade importante para desenvolver e usar os poderes da mente em uma grande extensão. Visualização é o que ordena que as coisas aconteçam direto do seu subconsciente. Isso porque quando você visualiza algo que você queira que aconteça, digamos Telepatia ou Cryocinése, seu subconsciente vai responder a essas imagens e trazer elas a vida. É assim que muitas pessoas obtém resultados na Lei da Atração. Quanto mais forte você for na visualização, mais resultados você obterá nas artes ocultas. Pode ser feito com os olhos abertos.

O que é visualização?Editar

Visualização é a habilidade natural de ver as coisas com os olhos da mente, e algo que as pessoas usam no dia-a-dia. Visualização pode ser feito usando todos os 5 sentidos: visão, audição, paladar, olfato para produzir esse efeito. Essa habilidade é um benefício para aquele que estão trabalhando na Manipulação de Energia, já que requer visualização através do tato e visão para transferir energia de uma parte do corpo para outra ou simplesmente fazer uma bola de energia entre suas mãos, ou em apenas uma mão, para alguém mais habilidoso.

Basicamente, a visualização é pretender receber algum tipo de sensação, mas com tanta concentração que sua visualização se torna realidade.

Exercício 1Editar

Esse exercício vai ajudar aqueles que estão tendo dificuldades em desenvolver essa habilidade. Primeiro limpe sua mente, relaxe, e feche seus olhos. Visualize você mesmo em pé em uma praia. Agora ande até a água e sinta sua temperatura e sua umidade. Escute o som das ondas quebrando na praia, escute as pessoas ao seu redor rindo e nadando no oceano. Então vá à uma barraca de frutas e pegue um limão. Corte-o e sinta seu cheiro cítrico. Dê uma mordida e sinta o gosto azedo como ele é. Sinta sua língua se contraindo à medida que o suco corre sobre ela. Se fizer isso corretamente sua boca ficará aguada poderá ter arrepios. Praticar isso frequentemente te permitirá ver quão poderosa a visualização pode ser.

Exercício 2Editar

Esse exercício é para te ajudar a sentir melhor o PSI, eletricidade, gelo, água e fogo. Limpe sua mente e relaxe. Feche os olhos e visualize a energia da sua mente (PSI) armazenada em sua mente. Imagine-a como uma luz brilhante branca. Agora canalize isso, vendo-a mover-se para baixo em seu corpo, e tente saber como é a sensação. sinta a energia fluindo por seus braços e suas mãos como um liquido calmo ou uma onda. Isso ajudará a fazer uma Esfera Psionica (Psi Ball). Para a eletricidade visualize a energia PSI se transformando em energia elétrica.  Sinta essa energia se movendo através de todo o seu corpo com uma sensação de formigamento. Ouça os Cracks e Pops elétricos enquanto ela se move através de você. Para o gelo, visualize uma nevasca ou algum lugar tipo a antártica, e tente sentir esse frio atingindo o seu corpo, fazendo você e seu PSI muito gelados. Para água, visualize uma piscina ou um lago e em como é sentir a água ao seu redor. Imagine-a fluindo ao redor e através de você. Para o fogo, imagine seu PSI se aquecendo como a temperatura aumentando em um termômetro. Visualize seu PSI se tornando fogo e sinta o calor em seu corpo conforme ele se move através de seu corpo.

Pratique isso frequentemente até que você possa quase que sem esforço algum adaptar seu PSI a tomar qualquer uma dessas qualidades para que possa ser usado nas habilidades psionicas gerais como: Eletrocinése, Cryocinése, Hydrocinése e Pyrocinése respectivamente.

Exercício 3Editar

Essa é para aqueles mais avançados na Visualização.

Uma vez que você tenha masterizado o exercício um, e provavelmente a ajustá-lo um pouco, comece visualizando situações ou coisas mais detalhadas e orientadas. Praticar isso irá aumentar sua atenção aos detalhes, melhorará sua memória e seu foco, e  tudo isso é necessário para esse exercício.

Visualize, se você quiser, uma grande cômoda com doze gavetas. Cada gaveta de uma cor diferente, e cada uma com um puxador ou alça único.

Por exemplo, o gaveta um é vermelha com o puxador quadrado, a gaveta dois é azul com o puxador redondo, e ambas as gavetas estão no topo da cômoda, com a gaveta um à esquerda. A gaveta três, que está abaixo da gaveta um, é amarela com o puxador decorado em forma de flor. A gaveta quatro é verde e possui puxador redondo. Gaveta cinco, seguindo o padrão, está sob a gaveta três, é roxa com puxador triangular. A sexta é rosa com puxadores triangulares. A sétima é marrom e tem o puxador do formato de um gato. A oitava é branca com puxadores com formato de cachorro. A nona é azul-claro com puxador com forma de abacaxi.  A décima é preta com puxador de estrela. A décima primeira é laranja e tem o puxador com formato de meia-lua. A décima segunda, a mais em baixo do lado direito da cômoda, é verde-claro e não tem nenhum puxador.

É bastante informação a processar, mas com bastante prática você pode visualizar perfeitamente a cômoda e talvez até o que poderia estar dentro dela. Para usar esse exercício, tente visualizar essa cômoda ou uma de sua própria criação e escreva todos os detalhes em um papel, ou caso você seja inclinado à artes, desenhe-a. Então peça a um amigo que pegue o papel e mantenha-o longe de você por um tempo. Mais tarde, peça ao amigo para olhar o papel enquanto você tenta lembrar tudo sobre a cômoda, e pergunte ao seu amigo se está correto o que você disser a ele. Com o tempo você será capaz não só de lembrar todos os detalhes, mas também conseguirá criar uma imagem mental perfeita.

Depois que você fizer isso um numero suficiente de vezes , você não deve ter problemas em ir para visualizações mais complexas e será capaz de empregar o seu foco superior, atenção à detalhes e memória quando praticando artes psionicas.

E onde vem a memória, você pode perguntar? Memória é útil quando você quer fazer algo que você já fizera antes. Isso é porque, agora que você aprimorou e melhorou sua habilidade de memória na visualização, você pode agora analisar e se lembrar de cada pequeno detalhe, sensação, pensamento e imagem que você teve quando fez uma certa ação, deixando mais fácil de ser reproduzida.

Exercício 4Editar

Primeiramente feche seus olhos. As vezes é mais fácil ficar em um lugar escuro para isso para que você possa se concentrar melhor. Fique alguns minutos apenas respirando lentamente, entrando em um estado meditativo. Uma vez que esteja confortável, tente imaginar seu corpo da forma que ele está. Tenha atenção as roupas, postura... o máximo de informações que você imaginar possível sobre você mesmo (se ver em um espelho antes desse exercício é recomendado para precisão). Assim que você tiver feito esse passo completamente, lentamente trabalhe para conseguir recriar a sala em que você estiver meditando. É aconselhado que comece com o objeto que você estiver sentando em cima, mas qualquer forma que te faça confortável é o melhor. Tenha certeza de recriar o máximo de informação e detalhes que você puder quando recriando a imagem.

Esse exercício é difícil de praticar, então não se sinta frustrado caso não consiga de primeira, ou que não pareça certo. A única hora que vai estar errado é quando você não der o seu melhor. Com o tempo esse exercício vai ficar cada vez mais fácil, e você não terá problemas em se tornar um Mestre da Visualização.

Essa técnica é também o primeiro passo para a Projeção Astral, e é necessário que se saiba dele para que você seja capas de fazê-la.

Esclarecimento da VisualizaçãoEditar

Visualização é uma das fundações base para fazer a psionica o que ela é hoje. Sem a visualização você não seria capas de fazer a Manipulação de Energia, ou qualquer outra habilidade que requeresse o uso de energia. Essa habilidade é geralmente vista como sem importância ou chamada de "coisa de amador" pela falta de treino necessário para realizá-la, mas esse não é o caso. Não veja a Visualização como algo que você precisa aprender como um pré-requisito para as habilidades mais avançadas, mas uma habilidade que você deve aprender junto com as outras. Caso você perceba ou não, a Visualização estará com você em todas as habilidades que você for fazer desse ponto em diante. Faça a si mesmo o favor de não subestimar ou ignorar algo tão valioso como é a Visualização.